Com 3.781 novos postos, a cidade paranaense sinaliza bom momento do mercado de trabalho; construção civil é um dos principais setores em contratação

O ano de 2019 foi o maior em saldo de emprego com carteira assinada. Dados do Ministério do Trabalho, divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apontam 39 milhões de vínculos em empregos formais – a região Sul criou mais de 134 mil novos empregos.

Dentre os oito setores da economia, três possuem os melhores números: serviços, com 382,5 mil empregos; comércio, com 145,4 mil; e construção civil, com 71,1 mil postos. Maringá é uma das cidades que se destaca; de acordo com o Caged, foram 3.781 admissões no município. Só na construtora A.Yoshii, em Maringá, foram concluídas 303 contratações em 2019.

A unidade de Maringá da construtora A.Yoshii concluiu 303 contratações em 2019

“Em 2019 recebemos excelentes candidatos, o que representou mão de obra qualificada para os momentos em que se encontram nossas obras. Os empreendimentos Maison Lumini, Misano Residenza e Maison Constantine estão em fases importantes e criaram grandes oportunidades para o mercado de trabalho local”, conta o gerente de unidade da A.Yoshii em Maringá, Márcio Capristo.

Para 2020, a A.Yoshii Maringá estima o lançamento de três empreendimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui