Método inovador aplicado em escola de Curitiba permite manter o cérebro ativo, aumentando a capacidade cognitiva, social e emocional de crianças, jovens e adultos

O dia 21 de setembro é lembrado como o Dia Mundial do Alzheimer, que vem com a proposta de desmistificar a doença, criando maiores possibilidades de um diagnóstico precoce para um tratamento mais eficaz. E mesmo que a Doença não tenha cura, é fundamental que todos estejam atentos à saúde do cérebro, mantendo-o ativo, saudável e, pode-se dizer, em forma.

Adriano Saldanha, do método SUPERA Juvevê, explica: “entre os 25 e 27 anos, nós vivenciamos o auge da nossa capacidade cerebral – nesse momento, o cérebro está com as estruturas prontas e o número de neurônios completo. A partir daí, entramos em um declínio cognitivo, processo natural, mas é onde passamos a criar neurônios de forma mais lenta que nós os perdemos.” De acordo com ele, o exercício cerebral, focado em três princípios da neurociência, pode fazer toda a diferença nos resultados no futuro.

“A gente oferece um treinamento para trabalhar as habilidades das pessoas, desde criança até a terceira idade, dividido em turmas por faixas etárias. A ideia é tirar o cérebro da zona de conforto, trabalhando mais suas habilidades”, explica Adriano. Além disso, o treinamento vem junto com a emoção positiva associada através de uma cultura de encantamento, atingindo resultados diferenciados na evolução das pessoas.

 Como a neurociência explica

Os três pilares elencados pela neurociência e seguidos pelo método SUPERA são simples, mas podem acabar esquecidos em meio a uma rotina corrida, por exemplo. O primeiro é a novidade, oportunidade em que seu cérebro trabalha criando novas sinapses quando algo novo é apresentado a ele.  O segundo é variedade, já que a capacidade do seu cérebro é ampliada com novas atividades. Importante lembrar que uma variedade de atividades repetidas faz com que seu cérebro pare de se desenvolver, nos entregando o terceiro ponto que é o grau de desafio crescente. Nesse caso, se você gosta de cozinhar, é importante complexificar as receitas que faz e assim desafiar seu cérebro sempre.

Sobre o SUPERA

O Método Supera é uma rede de escolas que promove a prática de exercícios de ginástica para o cérebro que garantem o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais, entregando performance e qualidade de vida aos alunos. A ginástica cerebral oferecida pelo Método Supera pode e deve ser praticada em todas as idades.

As aulas do Método Supera acontecem uma vez por semana e têm duração de duas horas. Durante o período de aprendizado os alunos desenvolvem atividades lúdicas específicas que estimulam o exercício do cérebro, como dinâmicas que se utilizam de jogos de tabuleiros e cartas, além de livros com exercícios para a mente. A interação estimula o lado cognitivo, psicossocial e de relacionamento dos alunos entre si e com as pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui